Texto Online » História » O inventor do rádio

O inventor do rádio

O inventor do rádio, Famosa caixa que fala.

Uma grande descoberta, a invenção do rádio é rodeada por polêmicas. A famosa “ caixa que fala” o primeiro meio de comunicação, e foi atribuída a sua existência a dois autores:

  • Guglielmo Marconi
  • Roberto Landell de Moura
O inventor do rádio

O primeiro lançou o famoso telégrafo sem fio, e mesmo tenho realizado as primeiras transmissões com telefone sem fio, três anos antes de lançar a sua experiência ele foi taxado no Brasil como “bruxo”. Roberto mais conhecido com Landell o famoso padre, foi taxado como filho do demônio com disfarce de cristão.
Foi decidido então narrar a história do Padre Landell para descobrir um pouco sobre sua vida. E quem foi escolhido foi Guilherme Landell de Moura, sobrindo do padre e uma das poucas pessoas que conviveu com este grande gaúcho.

O sobrinho aos 90 anos com uma bela memória com uma lucidez tremenda e com uma ótima memória ele contou em uma entrevista nos estúdios no ano de 2002 um pouco da vida de Padre Landell. Um belo depoimento e uma voz que acrescentou um pouco de luz sobre o caso de um dos maiores inventores de todos os tempos.
Roberto Landell de Moura nascido em 21 de janeiro de 1861 em Porto Alegre, na rua conhecida como Marechal Floriano. Seu pai foi o responsável pelos primeiros anos de educação, depois desenvolveu seus conhecimentos na escola do professor Hilário Ribeiro.
Os talentos da criança logo foram descobertos, considerado pelos professores um excelente aluno, desde pequeno deixou claro o seu gosto pela química e física. Também gostava bastante de filosofia, psicologia e biologia, e mais tarde por parapsicologia também. O jovem aos seus 18 anos mudou-se para o Rio de Janeiro. Uma das suas primeiras atitudes ao chegar ao Rio de Janeiro, foi se matricular em uma escola Politécnica e trabalhar para se manter em um armazém de secos e molhados.
Muito admirado pelos amigos, Padre Landell parecia ao mesmo tempo estudioso, e divertido. Ninguem se surpreendeu quando Landell resolveu acompanhar seu irmão Guilherme a Roma o lugar do sacerdócio. Até hoje alguns biógrafos se perguntam sobra a vida do Padre, com uma eterna dúvida; será que ele foi pra Europa com o intuito de estudar química e ciências físicas ou para se tornar sacerdote? De qualquer forma, sabemos que ele se matriculou nas duas instituições e cursou ao mesmo tempo. Isso foi em 1878 e, junto com os estudos, Landell assumiu a vocação pela religião e tornou-se padre em 1886.
Ele foi considerado um bom sacerdote, pegava a fé católica, não encontrava obstáculos. Não parava em lugar algum, era muito ativo e chegou a realizar o seu primeiro trabalho em prol da religião em 1886 aqui no Brasil, no Rio de Janeiro, celebrando a missa na igreja do Outeiro da Glória.
Ao retornar a São Paulo, encontrou umas críticas no que diz respeito a sua carreira como padre e cientista, mais as pressões sofridas não foram suficiente para fazer com que ele deixasse de acreditar e persistir nas suas crenças. Suas obras eram ocultas, O Padre Landell estava em São Paulo após ter feito uma passagem pelo Rio Grande do Sul. Quando viajou para Campinas ele já realizava experiências transmitindo som sem fio.

Alguns vândalos invadiram a casa paroquial em que o padre morava e fizeram com que o Padre abandonasse a sua vocação. Alguns jornais da época mostraram que Padre Landell queria mostrar ao mundo que a igreja não era inimiga da ciência.O padre embora ter sido julgado de ter participação com o diabo e de pessoas terem sido responsáveis pela destruição dos seus aparelhos, afirmou: Isto é assim e não pode ser de outro modo.

Padre Landell decidiu ir para os Estados Unidos porque era naquele país que realizavam os experimentos científicos, e além de ter indústrias capazes de adquirirem algumas de suas invenções, e o Padre Landell deixava sempre bem claro que suas invenções pertenciam ao seu povo Brasileiro.
Sabe-se que Padre Landell foi um homem a frente do seu tempo, um descobridor, um inventor. Enquanto a história da invensão da rádio ficava em torno de Padre Landell e Marconi, outras invenções eram consideradas importantes pelo mundo.
Alguns livros relatam a história desse guerreiro homem, mostrando as limitações onde a tecnologia e a educação eram desprezadas. O Padre após muito tempo de esforço, foi finalmente reconhecido, e hoje as pessoas sabem da sua verdadeira história.

Temos outros textos relacionados a esse assunto:

Textos Relacionados:


Quer comentar ?