Escrita correta seissentos ou seiscentos

Confira no artigo, qual a forma correta de escrever por extenso o numeral “600.”

A Língua Portuguesa possui inúmera regra de ortografia e fonética, e por causa de tantos pormenores, algumas pessoas possuem dificuldades em saber identificar a forma correta de pronunciar, escrever e aplicar determinadas palavras. O uso adequado segue as determinações da língua padrão, portanto precisa ser memorizado ou a pessoa pode ser prejudicada quando fizer qualquer tipo de inserção das palavras, desde a prescrição de textos, discursos, elaboração de prova e artigos e etc.

escrever certo
A pronúncia pode dificultar a escrita de algumas palavras.

Por ser uma língua muito rica em palavras, essa mesmas podem agregar significados diferentes, dependendo do emprego em frases e o contexto utilizado elaborado. Nem sempre a pronúncia indica a forma correta de escrever, ou vice-versa. A palavra SEISCENTOS, que representa o numeral “600”, escreve-se dessa forma, embora muitas pessoas confundem as consoantes utilizadas e acabam usando SS. Para quem tem muita dificuldade, existe uma forma simples de nunca esquecer a escrita correta dessa palavra.

Como o numeral está presente da casa das centenas, o mesmo faz referência ao cento, por 6 vezes. Sendo assim, basta memorizar a palavra “seis”(6) e associá-la a palavra cem, (100) que vem de cento, resultando em seiSCentos (600). Portanto todas as vezes em que for necessário descrever por extenso o numeral “600”, escreve-se a palavra “seiscentos” e nunca deve se utilizar a palavras “seissentos”

Confira a Regra Ortográfica : “seis + centos”, ou seja, “seis + cem” seis números + 100
Essa é uma junção de “seis” com “cento”, formando a palavra “seiscentos”.

Frases:

  • É leve, espaçoso e só custa um milhão e seiscentos.
  • Nós ganhamos… seiscentos… dólares.
  • Uma entrada de seiscentos sestércios pela Varinia
  • No vale da morte, cavalgaram os seiscentos.

Feriados Estaduais SP 2013

Confira no artigo a lista com os feriados do estado de São Paulo, podendo assim se programar para passeios e viagens.

O estado de São Paulo possui uma série de datas constituintes no calendário que são consideradas feriados estaduais. Os dias estão classificados de acordo com o seu respectivo motivo de comemoração. Alguns possuem data fixa, e outros não, mas ambos legalmente fazem parte do ano letivo de 2013.

Devido a extensão da região, o número de feriados é bastante grande, divididos entre os doze meses do ano. Além de serem feriados estaduais respectivos a região, alguns dos feriados também possuem caráter municipal e nacional. É importante ter as informações dos feriados do estado preventivamente em caso de programações sobre viagens e passeios.

feriado estadual

Dia 09 de julho é a data cívica mais importante do estado, por representar um dos maiores movimentos cívicos da história.

Quando se consulta antecipadamente as datas dos feriados, a pessoa pode programar melhor seus compromissos, seja na consulta de agências de turismo, reservas em hotéis e pousadas, e até mesmo verificar o horário de atendimento e funcionamento de determinados locais, como as repartições públicas. Tendo essa preocupação, impede a ocorrência de inconvenientes.

Seque na lista abaixo os principais feriados pertencentes ao calendário do ano letivo de 2013 para São Paulo:

  • Data: 01 de janeiro – Paz Mundial / Confraternização Universal
  • Data: 25 de janeiro – Aniversário de São Paulo
  • Data: 19 de abril – Paixão de Cristo
  • Data: 21 de abril – Tiradentes
  • Data: 01 de maio – Dia do Trabalho
  • Data: 23 de junho – Corpus Christi
  • Data: 9 de julho – Revolução Constitucionalista de 1932
  • Data: 07 de setembro – Independência do Brasil
  • Data: 12 de outubro – Nossa Senhora de Aparecida Padroeira do Brasil
  • Data: 02 de novembro – Dia de Finados
  • Data: 15 de novembro – Proclamação da República
  • Data: 20 de novembro – Dia da Consciência Negra
  • Data: 25 de dezembro – Natal

Em 2013 o Enem terá duas edições

Muitas polêmicas envolvem o ENEM, mas o governo quer manter o programa afim de promover o acesso ao ensino superior para quem precisa. Veja mais detalhes no artigo.

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), tem proporcionado a várias pessoas, a oportunidade de estudar em um curso superior em instituições particulares. Isso só é possível por causa da parceria com o ProUni, programa este criado pelo governo para garantir bolsas parciais e integrais aos candidato que alcançarem a nota meta.

No entanto, todo esse procedimento vem gerando grande polêmica no país, desde falha na impressão e segurança das provas, até mesmo casos de fraudes. Muitas pessoas foram prejudicadas por causa da falta de organização ocorrente na edição de 2009, por exemplo, quando houve a remarcação da data da aplicação das provas. Vários dos candidatos viajaram quilômetros para chegar na cidade e realizar os testes.

A recente preocupação sobre o Enem, está relacionada a edição do ano de 2013, que foi alterada pela atual presidente do Brasil, Dilma Rousseff, que declarou que o exame será realizado duas vezes no ano letivo. A medida seria implantada ainda em 2012, mas foi adiada pelo Ministério da Educação (MEC), que por sua vez discorda da decisão do executivo.

ENEM
O Exame Nacional do Ensino Médio terá apenas uma e dição em 2013.

Justamente por causa das polêmicas em que está envolto, o ministro da Educação Aloizio Mercadante, promover duas edições do Enem em um ano, não está viável, pois o processo seletivo ainda não possui uma estabilidade consolidada e precisa ser aprimorado em diversos aspectos, podendo assim atingir o objetivo traçado, que é o delimitar os candidatos apropriados para cursar o nível superior.

Apesar da informação ter sido intitulada em portaria no ano de 2009, ainda não houve uma legalização definitiva sobre a mudança. Sendo assim, a medida que estipulava a realização do exame no mês de abril e subsequente no mês de novembro, não ocorrerá, pois embora a alteração signifique para a presidenta, garantir maiores chances para os candidatos, para o MEC não é prioridade realizá-la. Maiores informações podem ser conferidas no site oficial do programa – http://enem.inep.gov.br.

Peixe com leite de coco simples

Veja no artigo a receita simples de como preparar um peixe cozido com leite de coco, prato este muito estimado por várias pessoas. Veja todas as dicas na íntegra.

O peixe é um alimento milenar, capaz de saciar a fome e promover a saúde de quem dele se delicia. Complemento das inúmeras opções de frutos do mar, o peixe tem muito mais a oferecer para o bem estar de todo corpo. Ao incluir peixe na alimentação diária, o ser humano estará absorvendo uma série de nutrientes que auxiliarão beneficamente a funcionalidade e metabolismo de seu sistema.

 alimento saudável
O peixe é excelente para diminuir as taxas de triglicérides e colesterol no sangue.

O peixe é fonte de aminoácidos, ferro, vitamina B12 e cálcio, além de ser rico em Ômega 3. Sua diversidade de tipos proporciona a realização de pratos assados, grelhados, ensopados e/ou cozidos. Alguns podem até ser fritos, mas somente aqueles peixes que não são muito gordurosos e outros são consumidos crus.

A receitas que levam o peixe como ingrediente principal são muito apreciadas e podem ser consumidas em qualquer ocasião e época do ano. Além de ser um alimento saudável e saboroso, também é super simples de preparar, usa espessura é macia, o que deixa o preparo ainda mais prático. Uma das receitas mais saborosas que levam o peixe, é o preparado com leite coco, muito requisitado e fácil de fazer. Confira a receita abaixo.

Peixe com leite de coco

Ingredientes:

  • Postas de peixe do tipo preferencial;
  • 5 colheres (sopa) de azeite de dendê;
  • 1/2 pimentão verde;
  • 1/2 pimentão vermelho ;
  • 1/2 pimentão amarelo;
  • 1 tomate sem pele e sem sementes picado;
  • 1 cebola picada;
  • 1 colher (sopa) de alho picado;
  • 1vidro de leite de coco;
  • 1 limão;
  • sal e coentro fresco a gosto.
receita de peixe
Dica: O peixe feito com leite coco, pode ser servido com arroz branco e pirão.

Preparo:
Utilize o sal e o suco de limão para temperar as postas do peixe e reserve.
Em uma panela coloque o azeite de dendê, a cebola, o alho, os pimentões cortados em rodelas e o tomate, deixe refogar em fogo médio por 5 minutos.

Acrescente em seguida o leite coco, e misture bem. Quando estiver bastante homogêneo, abaixe o fogo e coloque as postas de peixe, deixe cozinhar por cerca de 15 minutos. Verifique o ponto de cozimento do peixe, desligue o fogo e acrescente o coentro fresco picado.